Os etruscos foram um povo que viveu no que hoje é a Itália há mais de 2.500 anos. Seu país chamava-se Etrúria. Os etruscos tinham uma marinha forte e dominavam os mares da costa ocidental da Itália.

Localização

A Etrúria ficava na região central da península italiana, na Europa.

A maior parte do que se conhece do povo etrusco vem apenas dos estudos feitos sobre as ruínas das casas, monumentos e túmulos. Escavações mostram que, na região mediterrânea, os etruscos foram os primeiros a construir uma cidade com base em um planejamento quadriculado. A maioria das ruas se estendia de norte a sul, com poucas ruas de leste a oeste. Mais tarde, os romanos seguiram esse planejamento quando estabeleceram acampamentos militares e novas cidades.

População e cultura

A origem exata dos etruscos é desconhecida. Acredita-se que migraram, através do mar, da Ásia Menor para a Itália, mas alguns arqueólogos pensam que eles já viviam na Itália desde o ano 1000 a.C.

Sociedade e arte

Os estudiosos acreditam que havia três classes sociais na antiga Etrúria. No topo havia uma aristocracia poderosa. Abaixo ficava a classe média, formada por artesãos, comerciantes e marinheiros. Por último, havia os escravos.

Ao contrário do que ocorria na Grécia e na Roma antigas, as mulheres tinham a mesma condição social que os homens, pois aprendiam a ler e tinham acesso à educação, além de comparecer a muitas competições esportivas.

O alfabeto etrusco desenvolveu-se a partir do grego. Mais tarde, o alfabeto latino evoluiu a partir do etrusco, o qual, embora não fosse mais falado na época do Império Romano, ainda era estudado pelos padres e acadêmicos.

Os etruscos também produziam joias, especialmente de ouro.

História

Referências à história etrusca são encontradas apenas na literatura e nas descobertas arqueológicas da Grécia e de Roma. É sabido que os etruscos estabeleceram contato com a Grécia em torno de 750 a.C. Por volta da mesma época, a cidade de Roma foi fundada ao sul da Etrúria. No século VII, os etruscos ampliaram seu poder e dominaram Roma.

O declínio da civilização etrusca começou em 509 a.C., quando os reis etruscos foram expulsos de Roma. A superioridade marítima etrusca terminou quando os gregos destruíram sua frota, em 474 a.C. No século I a.C., os etruscos já haviam sido completamente absorvidos pelo Império Romano. A cultura etrusca também foi incorporada e deixou de existir como uma civilização diferente.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.