O euoplocéfalo era um dinossauro quadrúpede e herbívoro. Fazia parte da família dos anquilossauros, que tinham placas ósseas no dorso e nas laterais que serviam de armadura para protegê-los. Diferente da maioria dos outros anquilossauros, o euoplocéfalo também tinha ossos que protegiam a face, incluindo as pálpebras. Daí seu nome, que significa “cabeça bem protegida”.

Quando e onde viveu o euoplocéfalo

O euoplocéfalo viveu durante o chamado Período Cretáceo Tardio, que se estendeu de cerca de 65,5 milhões a 99 milhões de anos atrás. Muitos vestígios de euoplocéfalos foram descobertos na província canadense de Alberta e no estado americano de Montana.

Características físicas

O euoplocéfalo era extremamente robusto. Com cerca de 6 metros de altura, provavelmente pesava mais de 2 toneladas. Seu corpo largo ficava rente ao chão, e ele andava apoiado nas pernas curtas, grossas e fortes. Chifres grandes se projetavam da parte posterior da cabeça e da região das bochechas. Como todos os anquilossauros, tinha uma cauda poderosa com uma espécie de bastão pesado na ponta.

Comportamento

O euoplocéfalo se movia lentamente. As placas ósseas que revestiam seu corpo o ajudavam a se proteger dos inimigos. O bastão na ponta de sua cauda era usado como arma de autodefesa. Quando atacado, o euoplocéfalo podia agitar a cauda com muita força. Como a maioria dos outros dinossauros, ele se reproduzia botando ovos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.