A exploração de novos territórios foi sempre uma constante ao longo da história da humanidade, fruto da curiosidade e da busca de riquezas e oportunidades. As pessoas partiram em expedições para descobrir lugares desconhecidos. Até o início do século XXI, a maior parte da superfície da Terra já tinha sido explorada. Mas as expedições de exploração continuam, em novas direções — a milhares de metros abaixo do nível do mar e a quilômetros de altitude no espaço. Da mesma forma que em outras esferas do conhecimento, nos territórios do saber.

Exploração da superfície da Terra

O primeiro explorador de que se tem conhecimento foi o egípcio Hannu, que viveu em 2750 a.C. Hannu levou consigo, para o Egito, riquezas das regiões em que esteve, que hoje são a Etiópia e a Somália. Depois dele, houve inúmeros outros grandes exploradores. No século IV a.C., Alexandre, o Grande, da Macedônia (perto da Grécia), fez construir colônias em terras que explorou, em lugares tão distantes quanto a Índia. No século XIII d.C., Marco Polo viajou da Itália até a China.

A grande era das expedições marítimas europeias teve início no século XV. Navegantes portugueses exploraram as costas da África, da Arábia e da Índia, além de virem até as Américas. Em 1492, Cristóvão Colombo zarpou em direção ao oeste e desembarcou na América. O navio de Fernão de Magalhães completou a primeira volta ao mundo em 1522. No século XVIII, o explorador britânico James Cook chegou à Austrália, ao Havaí e a outras ilhas do oceano Pacífico.

Muitos exploradores partiram do litoral para o interior de terras desconhecidas, a fim de procurar tesouros, fundar assentamentos ou disseminar o cristianismo. Nesse processo, entraram em contato com povos nativos e, em muitos casos, os combateram. No século XVI, exploradores espanhóis conquistaram boa parte do México e da América do Sul, passando a ser conhecidos como “conquistadores”. Entre 1804 e 1806, a expedição Lewis e Clark explorou partes do oeste da América do Norte. Mais tarde no mesmo século, David Livingstone e Sir Henry Morton Stanley exploraram partes da África nas quais europeus nunca antes tinham pisado.

Os polos da Terra foram alcançados por expedições exploratórias pela primeira vez no século XX. Robert E. Peary e Matthew Henson foram os primeiros a chegar ao polo Norte, em 1909. O primeiro explorador a atingir o polo sul foi Roald Amundsen, dois anos mais tarde.

Exploração submarina e subterrânea

Em 1960, Don Walsh e Jacques Piccard chegaram à parte mais profunda do oceano já atingida, a 10.912 metros de profundidade, num veículo chamado batiscafo. Boa parte do oceano permanece desconhecida até hoje. Os cientistas ainda estão descobrindo novas formas de vida submarina.

Debaixo da terra também há uma região imensa ainda não explorada. Entre 1970 e 1986, cientistas russos perfuraram o maior buraco na terra, com 12,2 quilômetros de profundidade.

Exploração espacial

O ano de 1961 marca o início da exploração do espaço pelo ser humano. Nesse ano, o cosmonauta soviético Iúri Gagárin deu a volta à Terra em uma nave espacial. Os astronautas americanos Neil Armstrong e Edwin Aldrin foram os primeiros a pisar na Lua, em 20 de julho de 1969.

Graças à tecnologia moderna, lugares onde nenhum ser humano jamais pisou ainda podem ser explorados. Naves espaciais não tripuladas são operadas por rádio. Essas sondas espaciais podem viajar longe no espaço, sem precisar retornar à Terra. Elas mandam de volta, para os técnicos e pesquisadores na Terra, imagens e outras informações sobre os planetas e outras partes do sistema solar.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.