Os fósseis são restos ou vestígios de plantas e animais que viveram muito tempo atrás. Os fósseis fornecem aos cientistas pistas sobre o passado, por isso são importantes para a paleontologia, que é o estudo da vida na Pré-História.

A maioria dos fósseis é encontrada em porções de terra que, no passado, ficaram submersas. Os fósseis em geral são formados pelas partes duras de seres vivos, como conchas ou ossos. Quando um ser vivo morria, seus restos desciam até o fundo do mar, e camadas de terra e dos restos de outros seres vivos se acumulavam sobre eles. Com o passar do tempo, essas camadas se convertiam em rocha. Então, as partes duras do animal ou da planta também se transformavam em rocha. O fóssil é o formato dessas partes duras conservado na rocha.

Outros fósseis são moldes deixados por materiais moles que mais tarde endureceram, virando rocha. Por exemplo, cientistas encontraram pegadas de dinossauros em rochas formadas a partir de lama.

Outro tipo de fóssil pode se formar depois de um inseto ou um pedaço de planta ficar preso em resina (a resina é uma substância viscosa produzida por pinheiros e abetos). Quando a resina endurece, convertendo-se em um material chamado âmbar, o objeto que está em seu interior é preservado.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.