A faringite estreptocócica é uma infecção na garganta comumente causada pela bactéria da espécie Streptococcus pyogenes. Essa doença, mais frequente durante o inverno, é contagiosa. Qualquer pessoa pode ter esse tipo de faringite, mas o problema é mais comum entre as crianças.

A doença se desenvolve entre três e cinco dias depois de a pessoa ter tido contato com a bactéria. Geralmente começa de repente, com uma febre, seguida de dor de garganta muito forte, calafrios e dificuldade para engolir. Às vezes, aparecem também pontos brancos ou amarelados no fundo da garganta.

O estreptococo vive no nariz e na garganta da pessoa infectada. Por isso, espirrar, tossir, compartilhar talheres, copos etc. e ter contato físico podem transmitir a bactéria para outras pessoas. Um modo de evitar que a bactéria se espalhe é lavar as mãos com frequência.

Para fazer o diagnóstico, os médicos colhem material do fundo da garganta passando um palito especial chamado swab. Depois, o material é examinado em laboratório para verificar a presença da bactéria e, se o resultado for positivo, o paciente será tratado com medicamentos chamados antibióticos, que matam as bactérias. O Streptococcus pyogenes pode também causar escarlatina ou outra doença mais grave, conhecida como febre reumática.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.