Costuma-se chamar popularmente de frutas vermelhas as pequenas frutas como o morango, a framboesa, a amora, a groselha, o mirtilo (ou blueberry) e o oxicoco (ou cranberry). Algumas dessas frutinhas são de cultivo raro no Brasil, e o nome que se dá a elas, em conjunto, se deve ao fato de duas das mais conhecidas, o morango e a framboesa, terem uma forte cor vermelha.

As frutas vermelhas são pequenas, suculentas e, em geral, apresentam muitas sementes. O mirtilo, o oxicoco e as variedades de groselha na realidade não são frutas verdadeiras, mas pseudofrutos, pois se desenvolvem a partir de outras partes da flor, além do ovário.

As framboesas e os morangos são pseudofrutos compostos, ou seja, resultantes do desenvolvimento do receptáculo de uma única flor, com muitos ovários. Já as amoras são pseudofrutos múltiplos ou infrutescências, resultantes do desenvolvimento de ovários de várias flores.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.