Com sua “voz” alta e estridente, os gansos sentem-se em casa tanto em terra quanto na água e no ar. O ganso é uma ave grande, que forma, ao lado do pato e do cisne, o grupo das aves aquáticas. O ganso-do-canadá, o ganso-bravo, o ganso-de-face-branca e o ganso-africano são algumas espécies comuns.

O homem cria gansos há pelo menos 4 mil anos, para comer sua carne e usar suas penas em travesseiros e acolchoados. O fígado do ganso também é aproveitado, e algumas espécies são criadas especialmente para a produção de patê de fígado. Na área rural, o ganso é criado muitas vezes perto de casa, por ter um forte senso de defesa territorial, atuando como um cão de guarda e atacando a bicadas os invasores, sejam animais ou pessoas, ao mesmo tempo que fazem muito barulho. Por outro lado, há caçadores que atiram em gansos selvagens por esporte. No Brasil a caça de animais silvestres é proibida por lei.

Onde o ganso vive

O ganso vive próximo à água. Muitas espécies migram, ou seja, voam longas distâncias entre o inverno e o verão. Durante o verão, em regiões frias mais do hemisfério Norte, eles fazem seus ninhos e, quando o inverno chega, partem para o sul. Alguns gansos-do-canadá, contudo, permanecem o ano todo em certas regiões dos Estados Unidos e do Canadá.

Características físicas

O ganso geralmente é maior que o pato e menor que o cisne. Mas há diversas características comuns entre eles. Os pés são dotados de membranas, que lhes permitem nadar melhor; eles têm uma glândula perto da cauda que produz um óleo responsável por proteger as penas da água; as penas internas, conhecidas como penugem, os mantêm aquecidos.

A maioria dos gansos é preta, marrom, cinza ou branca. Eles têm o corpo mais robusto e o pescoço mais longo que os patos. E andam melhor em terra do que as outras aves aquáticas, porque, comparados a elas, suas pernas estão mais à frente do corpo.

O bico arredondado do ganso torna-se mais estreito em direção à ponta, o que facilita o trabalho ao pegar a grama, que é seu principal alimento.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.