Gravar vídeos é uma forma de preservar e armazenar programas de televisão ou cenas em movimento, registrando a imagem e o som. A maioria dos programas de televisão é gravada com antecedência para ir ao ar mais tarde. Os espectadores também podem gravar em casa os programas transmitidos pela TV e assistir a eles depois.

A gravação de vídeo permite também que milhares de filmes possam ser vistos na tela da televisão ou do computador. Muitas pessoas gravam seus próprios vídeos usando câmeras portáteis ou smartphones.

Como funciona a gravação

As câmeras de vídeo, como as usadas em programas de televisão, criam sinais elétricos que representam imagens (vídeo) e sons (áudio). Os aparelhos de televisão recebem esses sinais elétricos e reproduzem as imagens e os sons que foram gravados pelas câmeras.

Os aparelhos domésticos de gravação de vídeo também permitem gravar sinais de áudio e vídeo. Um desses aparelhos é o videocassete. Ele transforma os sinais elétricos em padrões magnéticos e os imprime na fita de vídeo (ou VHS), que é uma fita plástica armazenada em uma caixa rígida. O videocassete também pode reproduzir fitas de vídeo gravadas, lendo os padrões magnéticos e reconstituindo os sinais elétricos.

Os gravadores de vídeo digitais armazenam imagens e sons no formato de códigos numéricos. Na gravação de DVDs, os códigos numéricos são armazenados em discos de plástico, chamados videodiscos ou DVDs. O código fica gravado no disco em uma série de minúsculos furinhos, dispostos ao longo de trilhas estreitas. O aparelho que reproduz DVDs usa um raio laser para ler o código do disco e então o converte em imagens e sons. O DVR é um gravador de vídeo digital que armazena o código numérico em um disco metálico interno, chamado disco rígido ou hard-drive. Esse aparelho permite que o programa de televisão seja assistido enquanto é gravado.

História

O primeiro gravador eficiente de fitas de vídeo (videoteipe) surgiu em 1956. Por ser muito caro, só era usado por algumas emissoras de televisão. No Brasil, essa tecnologia passou a ser utilizada na década de 1960. O videoteipe permitiu que os programas fossem gravados com antecedência, em vez de ser transmitidos ao vivo. Os videocassetes domésticos surgiram no início da década de 1970 (chegando ao Brasil no final da década), e as câmeras portáteis, cerca de dez anos depois.

A gravação de vídeo digital é mais recente. Os DVDs e as câmeras de vídeo digitais surgiram na metade da década de 1990. DVDs regraváveis e a tecnologia DVR vieram poucos anos depois. No início do século XXI, os aparelhos de DVD e outras tecnologias digitais, como o disco Blu-Ray, substituíram quase a totalidade dos antigos aparelhos de videocassete.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.