Os grous são aves altas e graciosas. Nos países asiáticos, eles são símbolo de vida longa e felicidade. Essas aves também são ariscas e cautelosas, sendo capazes de detectar os menores ruídos e sinais de perigo.

Características físicas

Os grous são aves altas. O grou-americano, por exemplo, mede mais de 1,2 metro de altura e tem envergadura (medida das asas abertas) de 2,1 metros. Ele é branco, com as pontas das asas pretas, e tem a cara e o topo da cabeça vermelhos.

A plumagem lisa dos grous cresce rente à pele. Eles têm três dedos voltados para a frente e um para trás. Este último dedo fica mais alto em relação aos outros. Ao voar, o grou estica o pescoço para a frente e o mantém assim. Essa ave pode emitir um som agudo como o de um trompete que permanece no ar muito tempo depois de ela ter se afastado. Esse grito é produzido através de um órgão chamado siringe, que é curvado e torcido como uma trompa.

Comportamento

A maior parte dos grous é migratória, isto é, viaja de uma região a outra de acordo com a estação do ano. Eles vivem principalmente na Europa, na Ásia e na África.

A alimentação dos grous é variada. Eles comem pequenos animais, peixes, insetos, rãs, salamandras, lagartos, camundongos, grilos, ervas e grãos.

Reprodução

Os grous fazem a dança de acasalamento batendo as asas e emitindo seus gritos característicos. Os machos geralmente começam a cortejar as fêmeas na primavera. Elas costumam botar dois ou três ovos, que têm cor verde-acinzentada e manchas marrons. O ninho fica no solo, coberto por grama ou outra vegetação. O mesmo ninho pode ser usado por vários anos, para diferentes ninhadas. Os filhotes são cobertos por uma macia penugem marrom. Eles começam a se movimentar poucas horas depois do nascimento. No outono, já estão fortes o suficiente para juntar-se ao bando nos longos voos migratórios.

Ameaça aos grous

Muitos tipos de grou estão ameaçados por causa da caça e da destruição de seu ambiente. O grou-americano, por exemplo, antes amplamente encontrado na América do Norte, tornou-se extremamente raro. Nos Estados Unidos, essa espécie ganhou reservas especiais e leis para protegê-la.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.