A hera é uma planta trepadeira, isto é, que sobe em muros e árvores. Ela cresce em regiões frias e úmidas. Há muitas variedades, mas uma das mais comuns é a hera-inglesa, também chamada simplesmente de hera. Algumas plantas conhecidas como hera na verdade não pertencem ao gênero das heras (Hedera). É o caso, por exemplo, da hera-venenosa e da hera-americana.

Nativas da Europa, da Ásia e do norte da África, diversas variedades de heras foram introduzidas em outras regiões do mundo.

Essas plantas se fixam a paredes e árvores por meio de gavinhas (órgãos curvos de fixação) que se desenvolvem a partir do caule. Quando alcançam o topo do suporte, os caules crescem para os lados ou ficam pendentes. As folhas, que têm cinco ou seis seções, se desenvolvem a partir do caule. Desde que não cresça demais, a hera não prejudica a árvore em que se apoia. Do contrário, ela pode sufocar a árvore. A hera também é usada para forrar o solo sob as copas das árvores, onde dificilmente cresce grama. Além disso, muitas pessoas cultivam essas plantas em vasos dentro de casa.

Algumas heras são úteis em muros de tijolos, pois regulam a umidade e o calor. Além de proteger o muro das intempéries, elas embelezam o ambiente. Porém é preciso tomar cuidado para que não se infiltrem nas frestas do muro, pois, nesse caso, podem estragá-lo.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.