O hip-hop é um estilo de música. É também uma cultura, uma maneira de viver, um comportamento, uma moda. Inclui vários tipos de expressão artística — por exemplo, o rap, os DJs, a dança e a pintura de grafites. Os fãs da cultura hip-hop vestem também estilos próprios de roupas.

A música hip-hop utiliza ritmos marcados e sons eletrônicos. Pode incluir outros estilos musicais, como o jazz ou o rock. O rap se baseia em música hip-hop. É um discurso ritmado, com rimas, que frequentemente trata de problemas sociais como pobreza e violência. Os artistas que usam o rap como forma de expressão são conhecidos como rappers e, em geral, utilizam a sigla MC— mestre de cerimônia — antes do nome.

Outro aspecto da música hip-hop são os DJs. Eles alteram o som da música gravada de várias formas. Costumam misturar várias músicas, acelerar ou diminuir o ritmo e a sonoridade de uma música.

Novos estilos de dança surgiram com a música hip-hop. O estilo break dance foi um dos primeiros a aparecer. É uma dança acrobática, com movimentos de rodopios sobre as costas, além de saltos e cambalhotas.

Camisetas enormes, calças largas, tênis e bijuterias grandes fazem parte do modo de se vestir da geração hip-hop.

O início

O movimento hip-hop nasceu nos bairros pobres e essencialmente negros da cidade de Nova York, nos Estados Unidos, no fim dos anos 1970. Os jovens negros se reuniam em festas para praticar o rap, atuar como DJs e dançar o break.

A primeira música de rap a se tornar sucesso mundial foi “Rapper’s Delight”, do grupo Sugarhill Gang, em 1979. Ela ajudou a cultura hip-hop a se espalhar, não somente nos Estados Unidos como também pelo mundo afora. Entre os artistas que apareceram depois estão Run-D.M.C., LL Cool J, De La Soul, Queen Latifah, Ice Cube, Snoop Dogg, os Beastie Boys, Missy Elliott, Kanye West e Sean Combs (conhecido como P. Diddy, ou Diddy).

No Brasil

O hip-hop apareceu no Brasil nos anos 1980, em São Paulo, por meio do encontro de jovens da periferia no centro da cidade. Dessas reuniões em espaços públicos saíram vários artistas que ajudaram a formar o movimento musical hip-hop brasileiro, entre os quais Thaíde, DJ Hum, MV Bill e Rappin Hood. O grupo de rap Racionais MCs e os rappers Marcelo D2 e Gabriel, o Pensador são considerados os artistas de hip-hop brasileiros de maior sucesso.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.