Iglu é uma casa de inverno ou moradia de caça dos esquimós (ou inuítes) do Canadá e da Groenlândia. A palavra “iglu” vem de igdlu, que significa casa.

O iglu, feito geralmente a partir de blocos de neve e em forma de cúpula, é usado apenas na área entre o delta dos rios Mackenzie e Labrador, no Canadá, onde, no verão, os esquimós vivem protegidos em cabanas cuja estrutura é feita com ossos de baleia, musgo e pedras e cobertas por peles de animais, principalmente focas.

Para construir o iglu, o esquimó usa neve retirada do fundo das camadas de gelo. Ele a corta em blocos com uma faca, originalmente feita de osso, mas que, atualmente, é de metal. Cada bloco é um retângulo que mede cerca 60 centímetros por 1,20 metro, com 20 centímetros de espessura. Depois de uma primeira camada desses blocos ser colocada em círculo, num trecho plano da neve, as superfícies superiores dos blocos são raspadas em ângulo inclinado, para formar o primeiro degrau de uma espiral. Os demais blocos são montados em espiral, para dentro, até que a cúpula seja completada, com exceção de um buraco deixado no topo para ventilação. Juntas e fissuras são preenchidos com neve solta.

Uma área semicilíndrica de 3 metros de comprimento serve para armazenar alimento dentro do iglu. A corrente de ar entra pela sala principal. Nela há uma proteção feita com pele de foca. O mobiliário principal é um prato raso para queimar gordura de foca para aquecer e iluminar o iglu. A cama é uma plataforma de gelo sobre a qual são colocados galhos cobertos por peles de rena.

As dimensões dos iglus podem variar, cabendo neles até vinte pessoas. No entanto, geralmente acomodam apenas uma família. Um esquimó experiente pode construir um iglu de neve muito depressa, entre uma e duas horas. Mato, pedra e madeira também podem ser utilizados na construção do iglu.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.