Intoxicação alimentar é uma reação à ingestão de alimentos contaminados ou infectados por substâncias nocivas à saúde. Uma pessoa que consuma alimentos contaminados pode ficar doente. A intoxicação alimentar geralmente não é grave, mas existem alguns tipos que são mortais.

Sintomas

Os sintomas da intoxicação alimentar geralmente aparecem poucas horas depois que o alimento contaminado foi consumido. Os mais comuns são febre, cólicas abdominais, náusea, vômitos e diarreia.

Causas

A maior parte dos tipos de intoxicação alimentar é causada por determinados micro-organismos (seres vivos minúsculos). Bactérias e outros micro-organismos podem contaminar ovos, carnes, vegetais e muitos outros alimentos. Depois de ingressar no corpo, esses micro-organismos liberam substâncias tóxicas que fazem as pessoas adoecer.

Algumas substâncias químicas também podem causar intoxicação alimentar. Com frequência essas substâncias são adicionadas ao alimento enquanto ele está sendo cultivado, processado ou preparado. Os agricultores, por exemplo, pulverizam substâncias químicas sobre as plantações para matar insetos e ervas daninhas. Dependendo da quantidade aplicada, resíduos dessas substâncias químicas permanecem nos alimentos e podem provocar reações negativas, que às vezes são leves e outras vezes são mais graves.

Algumas plantas e animais contêm toxinas naturais que são nocivas às pessoas. Entre eles estão certos tipos de frutos do mar, grãos, nozes, sementes, feijões e cogumelos. Micotoxinas, produzidas por fungos, também podem provocar intoxicação alimentar.

Prevenção

Os micro-organismos se multiplicam rapidamente em lugares sujos e sob temperaturas elevadas. Por essa razão, as pessoas nunca devem tocar os alimentos com as mãos sujas nem os colocar sobre superfícies que não estejam limpas. Os alimentos devem ser mantidos refrigerados para impedir a multiplicação de micro-organismos. As carnes precisam ser bem cozidas para matar quaisquer possíveis micro-organismos perigosos. Quando os alimentos são corretamente manipulados, o risco de intoxicação alimentar é muito pequeno.

Antes de consumir alimentos frescos que foram tratados com agrotóxicos, as pessoas devem lavá-los corretamente, para eliminar qualquer resíduo. Alguns cogumelos silvestres e alguns tipos de frutos encontrados na natureza podem conter substâncias que, embora naturais, atuam como venenos no organismo humano. Por isso, é importante evitar o contato com eles e, sobretudo, não os colocar na boca.

Tratamento

A maioria das pessoas se recupera de uma intoxicação alimentar após alguns dias de repouso, tomando mais líquido que o habitual. Em alguns casos é necessária a aplicação de soro na veia, para que a hidratação ocorra com mais rapidez. Quando alguém consome, sem saber, uma toxina natural, deve procurar um hospital imediatamente para fazer uma lavagem estomacal. Algumas substâncias provocam o fechamento da glote, impedindo a pessoa de respirar, por isso é fundamental buscar socorro com urgência.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.