O inverno é a estação mais fria do ano e vem logo depois do outono. No hemisfério Norte, começa em 21 ou 22 de dezembro e termina em 20 ou 21 de março. Já no hemisfério Sul, onde fica quase todo o Brasil, seu início é no dia 21 ou 22 de junho e o término, em 22 ou 23 de setembro.

A característica mais marcante dessa época são as baixas temperaturas. Devido a isso, muitas espécies de animais desenvolveram certas habilidades para sobreviver ao frio. Os seres humanos se agasalham mais e protegem suas casas para manter o ambiente aquecido.

Alguns bichos hibernam. A hibernação é um estado em que certos animais, principalmente de pequeno porte, entram em sonolência e inatividade, reduzindo as funções vitais ao extremamente necessário para a sobrevivência. Esse fenômeno é mais comum no hemisfério Norte, nas regiões em que o frio é muito intenso e há escassez de comida. Os esquilos e os morcegos são exemplos de mamíferos que hibernam. Os ursos, porém, não hibernam exatamente; eles apenas dormem durante o inverno, podendo acordar a qualquer momento se forem incomodados. Muitos pássaros se deslocam para locais mais quentes e várias plantas perdem suas folhas.

No Brasil, o inverno não é tão rigoroso como em outras partes do mundo, graças à sua localização geográfica, e os efeitos típicos dessa estação são sentidos apenas na região Sul, onde as temperaturas podem alcançar alguns graus abaixo de zero. Embora o inverno seja uma estação difícil para muitas espécies de seres vivos, algumas plantas, como os ipês e os manacás, florescem nessa época.

Um fenômeno muito comum durante o inverno e que ocorre nos grandes centros urbanos é a inversão térmica, que se caracteriza pela descida de ar frio à superfície terrestre, retendo os poluentes. Nas grandes cidades, é fácil observar uma camada cinza no horizonte, que é a poluição acumulada pela inversão térmica.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.