A jabuticaba é uma frutinha preta e doce, nativa do Brasil. Cresce em quase todo o país, mas é mais comum na região Sudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná). A jabuticabeira (Myrciaria caudiflora) — a árvore da jabuticaba — é da família das mirtáceas, da qual também faz parte a pitangueira. É uma árvore de tamanho médio e crescimento lento, mas pode ser cultivada até em vasos.

As flores e as frutas da jabuticabeira crescem bem junto ao tronco e aos galhos, o que dá à árvore uma beleza especial. Na época da floração, a jabuticabeira parece ficar toda branca, coberta de flores dessa cor. Em compensação, quando as jabuticabas amadurecem ela aparenta ficar quase completamente preta, coberta de frutas. É costume apanhar as jabuticabas direto do tronco e chupá-las ali mesmo, embaixo da árvore.

Há diversas variedades de jabuticabeira, como a branca, a paulista e a sabará, e todas elas necessitam de solo úmido. A cada colheita, um pé de jabuticaba adulto, com idade de trinta a cinquenta anos, chega a produzir oitenta caixas de frutas, de 40 litros cada uma. A jabuticabeira começa a dar frutas entre o quinto e o oitavo ano e pode produzir até 1.000 quilos de jabuticabas em um ano. Muitas árvores frutificam duas e até três vezes por ano.

A jabuticaba é usada para fabricar doces, geleias e licores. Sua polpa contém ferro, fósforo e vitamina C, além de ser rica em niacina, uma vitamina do complexo B que atua na digestão e ajuda a eliminar toxinas.

O nome jabuticaba é de origem tupi e significa “frutas em botão”.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.