Jacarandá é o nome dado a um grupo de árvores nativas do Brasil, da família das leguminosas como o pau-brasil. Jacarandá-do-pará, jacarandá-amarelo, jacarandá-do-cerrado, jacarandá-roxo e jacarandá-paulista são algumas das espécies desse grupo. O jacarandá tem madeira de lei, isto é, madeira forte e de qualidade, que foi bastante usada na fabricação de móveis, tacos de assoalho e molduras desde o início da colonização portuguesa.

Uma das espécies mais conhecidas e valorizadas é o jacarandá-da-baía, que se encontra na mata Atlântica, entre o sul da Bahia e o estado de São Paulo. Ele chega a atingir 12 metros de altura, com tronco de casca fina e acizentada.

O jacarandá-da-baía foi largamente explorado desde o século XVI, quando os portugueses descobriram que sua madeira preta era da mesma cor e melhor que o ébano. Passou, então, a ser chamado de “pau-santo”, por ter sido muito empregado em mobiliário sacro (das igrejas) e ter diferentes usos. Porém, devido à exploração intensa, o jacarandá-da-baía quase não é encontrado mais em suas formações de origem.

Nas ruas das cidades das regiões Sul e Sudeste, pode ser vista uma árvore com belas flores azuis, que florescem na primavera. Apesar de se chamar jacarandá-mimoso, não é da mesma família do jacarandá, pois pertence à família das bignoniáceas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.