O joelho é responsável pela sustentação do corpo e permite que a perna se dobre, constituindo a maior articulação do corpo humano. Uma articulação é o local em que diferentes ossos se encontram.

O joelho humano

O fêmur (osso da coxa) e a tíbia (osso da canela) são os dois grandes ossos que se encontram no joelho. Para unir esses ossos existem os ligamentos, que são cordões rígidos de tecido. Nas extremidades dos ossos existe cartilagem, um tecido mais mole, que permite o deslizamento suave entre os ossos e absorve o impacto sobre eles, impedindo que se desgastem e provoquem dores. Um osso menor chamado patela (antigamente chamado de rótula) fica no final do fêmur e sua função é proteger a região frontal da articulação do joelho.

Um grande grupo muscular da coxa se liga ao joelho, permitindo que a perna se estique e, nessa posição, os ligamentos do joelho fiquem mais firmes, evitando que a parte inferior da perna gire. Outros músculos da coxa fazem a perna se dobrar.

Os joelhos de outros animais

Todos os vertebrados (animais com coluna vertebral) que têm pernas também têm joelhos. Em muitos animais, como os pássaros e os cavalos, parece que os joelhos das pernas traseiras se dobram para trás. Na verdade, essas articulações são do tornozelo, e não dos joelhos. Nesses animais, os joelhos ficam mais para cima e dobram-se para a frente como os joelhos humanos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.