Joia é qualquer objeto, excluídas as roupas, usado para decorar o corpo. Utilizam-se muitos materiais diferentes para fazer joias. A joia fina é feita de metais valiosos, como ouro e prata, e belas pedras, chamadas gemas. A joia de plástico, aço, cerâmica, sementes, vidro ou outros materiais menos caros é chamada de semijoia ou, dependendo do material, bijuteria. Para alguns povos, ossos, garras, pelos de animal, madeira e conchas são materiais valiosos e cheios de significado para a confecção de joias.

A importância da joia

As pessoas usam joias por muitas razões. Reis, rainhas e outros governantes usam joias finas em eventos e cerimônias importantes, como sinal de poder e posição social. Há quem as use por razões religiosas ou para assinalar um fato importante da vida. As alianças trocadas pelo casal no casamento ou os anéis de formatura têm significados específicos para quem os usa.

Tipos de pedra preciosa

A maioria das pedras preciosas, ou gemas, são minerais duros encontrados na terra. Contudo, algumas delas provêm de animais ou plantas. As pérolas se formam dentro das conchas de ostras ou de outros animais chamados moluscos. O âmbar é seiva de árvore fossilizada, ou petrificada. O âmbar-negro é uma forma dura de carvão marrom derivado de plantas fossilizadas. O coral resulta de esqueletos de animais marinhos que têm esse mesmo nome.

As cores das pedras preciosas vão do incolor até o preto absoluto. Elas podem ser transparentes ou opacas (o que significa que a luz não consegue brilhar através delas). Entre as mais raras e caras estão o diamante, o rubi, a esmeralda e a safira. Essas gemas são minerais transparentes. Os diamantes podem ser amarelos, cor-de-rosa, azuis ou negros. Os rubis são vermelhos e as esmeraldas são verdes. As safiras podem ser azuis, violeta, amarelas, verdes ou quase negras.

Outras pedras valiosas são o jade, a cornalina e o lápis-lazúli. Essas são gemas opacas. O jade normalmente é verde, mas também pode ser cor-de-rosa, branco ou lavanda. A cornalina é vermelha ou marrom-avermelhada. O lápis-lazúli é azul-escuro com pintas douradas.

História

As pessoas fazem joias há dezenas de milhares de anos. Os povos antigos confeccionavam esses enfeites com dentes e ossos de animais. O emprego do ouro pelos joalheiros começou há mais de 4 mil anos. Na Antiguidade e na Idade Média, as pessoas já moldavam e poliam as gemas minerais para torná-las redondas e brilhantes. No século XV, foi descoberto um modo de lapidar essas gemas para lhes dar muitas superfícies planas, chamadas facetas, que as fazem brilhar. No século XIX teve início a produção de gemas artificiais, ou falsas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.