Através de movimentos com as mãos no lugar da fala, as pessoas que usam uma língua de sinais podem comunicar seus pensamentos e sentimentos. Ao redor do mundo há mais de cem línguas de sinais, que são usadas principalmente por pessoas surdas. A maioria dos deficientes auditivos no Brasil usa a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O que é a língua de sinais

As pessoas que usam a língua de sinais fazem movimentos com as mãos e os braços, desenhando formas. Elas também movem o corpo e fazem expressões faciais para complementar o que querem expressar. Os sinais podem representar letras, palavras ou ideias. Por exemplo, para fazer o sinal para casa, usuários de Libras juntam as pontas dos dedos num triângulo, como se fosse o telhado de uma casa.

Línguas de sinais são línguas únicas. A Libras é brasileira, mas tem regras gramaticais e gírias diferentes daquelas da língua portuguesa. A Libras também é diferente de outras línguas de sinais, como a Língua Gestual Portuguesa e a Língua Americana de Sinais.

História

O uso das mãos e de expressões faciais para se comunicar é um recurso natural dos seres humanos. Ao longo da história, tanto surdos quanto não surdos sempre usaram algum tipo de sinal para se comunicar. Bebês, por exemplo, aprendem rapidamente a apontar o que desejam. É comum também as pessoas usarem sistemas de sinais para se comunicar com outros que falam línguas diferentes.

No século XVIII, um sacerdote da França ensinou para crianças surdas um sistema para soletrar palavras francesas com gestos das mãos. Alguns gestos significavam letras; outros significavam ideias. O sistema se tornou a Língua Francesa de Sinais, que ainda é usada na França.

No Brasil, a Língua Brasileira de Sinais começou a ser desenvolvida no Instituto dos Surdos-Mudos, fundado em 1857 no Rio de Janeiro. O instituto foi a primeira escola para surdos no Brasil e, atualmente, chama-se Instituto Nacional da Educação de Surdos (INES). A Libras é resultado da união da Língua Francesa de Sinais com sinais que já eram usados pelos surdos brasileiros. Hoje muitos países têm sua própria língua de sinais.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.