Um lago é uma grande porção de água cercada de terra por todos os lados. Embora constituam menos de 1 por cento do total de água doce existente na Terra, os lagos são uma fonte considerável dela, uma vez que contêm mais de 98 por cento da água doce disponível. Isso porque quase toda a água doce da Terra encontra-se congelada ou debaixo do solo.

Como os lagos se formam

Muitos lagos, sobretudo na América do Norte, na Europa e na Ásia, formaram-se a partir de massas de gelo chamadas geleiras. Há milhares de anos, as geleiras cobriam grandes áreas desses continentes. Lentamente, elas foram se deslocando para cima da terra e escavando o solo, abrindo bacias ou buracos em áreas de superfície menos resistente. As bacias preenchidas com água tornaram-se lagos. Outras se formaram em lugares onde as geleiras derretidas deixaram resíduos. O acúmulo desses resíduos formou as paredes dessas bacias.

Existem, também, lagos com origem vulcânica. Alguns vulcões sofreram erupções tão violentas que seus topos foram destruídos e o centro de outros desmoronou. Em ambos os casos, formaram-se grandes buracos conhecidos como crateras. Algumas crateras tornaram-se lagos. O Crater Lake, que fica no estado norte-americano do Oregon, é um famoso exemplo desse tipo de lago.

As águas dos lagos podem ter diversas origens. As principais são precipitações (de chuva ou de neve), a passagem de rios e outros cursos de água por baixadas largas, o derretimento de gelo ou de neve. Águas subterrâneas chegam aos lagos por fendas chamadas mananciais ou nascentes.

Lagos de água salgada

Nem todos os lagos são de água doce. O mar Morto, que fica entre Israel e a Jordânia, é o lago natural mais salgado do mundo. Outro lago de água salgada é o Great Salt Lake (Grande Lago Salgado), que fica no estado de Utah, nos Estados Unidos. Ele é o que restou hoje de um lago de água doce que já foi muito maior. Conforme o clima se tornou mais seco, o lago encolheu e suas águas começaram a evaporar. O lago continha sal dos rios que desaguavam nele. Com a evaporação da água, o sal permaneceu.

A importância dos lagos

Os lagos de água doce são muito importantes porque muitas cidades dependem deles para obter água potável e, em regiões secas, os agricultores usam suas águas para regar as plantações por meio de sistemas de irrigação. A água dos lagos pode ser usada também para gerar energia em usinas hidrelétricas. Além disso, nadadores e velejadores aproveitam os lagos para recreação.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.