A lampreia é um peixe comprido semelhante à enguia que vive em águas tépidas (mornas) no mundo todo, exceto na África. Existem mais de vinte espécies de lampreias, algumas próprias de rios e lagos, outras que vivem na água salgada.

A lampreia não tem ossos nem maxilares, e seu esqueleto é formado de cartilagem. Os exemplares adultos medem entre 15 e 100 centímetros e possuem uma ou duas barbatanas nas costas e uma barbatana carnuda no lugar da cauda. A lampreia respira por orifícios nas laterais do corpo. Sua boca é circular e tem dentes córneos.

Todas as lampreias eclodem de ovos postos em água doce. Elas começam a vida como larvas e passam para a forma adulta depois de muitos anos, num processo chamado metamorfose.

Já adultas, algumas lampreias tornam-se parasitas. Os parasitas são organismos que se prendem a outro organismo ou passam a viver dentro dele para extrair as substâncias de que necessitam para viver. A lampreia prende-se ao corpo de outro peixe com a boca, que funciona como uma ventosa. Ela faz um buraco no peixe e suga seu sangue e outros fluidos. O peixe tanto pode morrer como continuar vivo.

Algumas lampreias permanecem em água doce, enquanto outras nadam para o mar. As que vão para a água salgada voltam para a água doce na ocasião de pôr ovos, morrendo logo depois de desovar.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.