O lariço é uma árvore da família dos pinheiros, que são plantas chamadas coníferas porque produzem cones, geralmente também chamados de pinhas. Grande parte das coníferas são sempre-vivas, isto é, conservam suas folhas o ano todo; entretanto, o lariço é uma conífera incomum, pois perde as folhas no outono.

O lariço cresce principalmente em áreas frias do hemisfério Norte. Uma espécie ou tipo de lariço cresce somente nas montanhas do Himalaia, no sul da Ásia.

O lariço possui folhas em forma de agulha que se desenvolvem em feixes. Os cones novos das árvores são vermelhos e depois ficam marrons.

Existem cerca de dez espécies de lariços. O mais comum na América do Norte é o lariço-do-leste, também chamado tamarack ou hackmatack, que leva cerca de cem a duzentos anos para se desenvolver completamente. Nesse período, ele pode alcançar uma altura de 12 a 30 metros. Dois outros tipos, o lariço-do-oeste e o lariço-europeu, chegam a crescer mais ainda. O lariço-europeu atinge 42 metros de altura.

A madeira do lariço é resistente, dura e pesada. Ela é usada para fazer embarcações, postes e dormentes de estradas de ferro.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.