Levedura, ou levedo, é um minúsculo organismo unicelular. Embora alguns deles sejam nocivos para os seres humanos, a maioria dos levedos é muito útil, especialmente para fazer bebidas, pães e outros alimentos. Há muitas espécies de levedura e cada uma é um tipo de fungo.

Algumas leveduras são cultivadas para uso na indústria alimentícia, mas outras crescem naturalmente em solos e em plantas do mundo inteiro. Elas se desenvolvem bem em qualquer meio que contenha açúcar.

As leveduras contêm substâncias chamadas enzimas. Algumas dessas enzimas transformam o açúcar em álcool e gás carbônico por um processo chamado fermentação. No preparo do pão, por exemplo, gás carbônico faz a massa crescer ou “levedar”. Após um tempo, a massa é sovada pelo padeiro, o que rompe as bolhas de gás carbônico. Quando o pão é assado, o calor expande o gás carbônico fazendo o pão crescer mais ainda. Por fim, o calor dispersa o gás carbônico, assim como o álcool e a maioria da água usada na mistura da massa. O resultado é um pão leve e macio.

Na fabricação da cerveja e do vinho, o álcool é a parte desejada do processo de fermentação. A levedura de cerveja reequilibra a flora intestinal e é fonte de vitaminas.

Como são ricas em proteínas, minerais, carboidratos e vitamina B, as leveduras também são usadas para enriquecer as dietas humana e animal.

Em outras áreas que não a de alimentos, servem ainda para decompor resíduos e eliminar vazamentos de óleo e outros tipos de poluição.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.