Madre Teresa foi uma religiosa católica que recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1979 por ajudar a aliviar os sofrimentos dos pobres. Ela atuou especialmente nas favelas de Calcutá (atual Kolkata), na Índia.

Nascida em 27 de agosto de 1910, em Skopje, na Macedônia, seu nome de batismo era Agnes Gonxha Bojaxhiu. Em 1928, ela ingressou na ordem religiosa das Irmãs de Loreto, na Irlanda. Algumas semanas depois foi de navio para a Índia. Nos dezessete anos seguintes, deu aulas em uma escola em Calcutá dirigida por sua ordem religiosa.

Em 1946, madre Teresa decidiu consagrar a vida aos doentes e aos pobres. Depois de estudar enfermagem, passou a trabalhar nas favelas. Em 1948, fundou a Ordem das Missionárias da Caridade, formada por religiosas dedicadas a servir aos pobres. Por quase cinquenta anos, madre Teresa dirigiu a ordem, a qual abriu escolas para crianças e centros de tratamento para cegos, deficientes físicos, leprosos, idosos e moribundos. Ela recebeu muitos prêmios por seu trabalho.

Em 1989, madre Teresa teve um ataque cardíaco. Apesar da saúde frágil, continuou atuando em Calcutá até perto de sua aposentadoria, em março de 1997. Ela morreu nessa cidade em 5 de setembro de 1997. Após sua morte, as Missionárias da Caridade continuaram seu trabalho: estão presentes em mais de noventa países. Ela se tornou conhecida mundialmente como Madre Teresa de Calcutá.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.