Chamada de yuca em espanhol, a mandioca tem o nome derivado da palavra tupi mani’oka. Originária da América do Sul, trata-se de uma planta com raiz tuberosa. Só no Brasil há cerca de 1.200 variedades de mandioca. Cultivada em áreas tropicais do mundo inteiro, sua raiz é rica em amido e utilizada para fazer farinha, pães, tapioca, goma usada em roupas e uma aguardente. É provável que os maias de Yucatán tenham sido os primeiros a cultivar a mandioca.

A maioria das variedades de mandioca tem certo teor de ácido cianídrico, que é uma substância venenosa. Povos primitivos desenvolveram um complexo sistema de refino para eliminar esse ácido por meio da raspagem, da prensagem e do aquecimento dos tubérculos.

Espécie extremamente variável, porém perene, é muito provável que a mandioca seja um híbrido, isto é, mistura de duas plantas. Suas folhas em forma de leque se parecem com as da mamona, mas são mais divididas. Diferentes variedades se apresentam como ervas baixas ou arbustos com muitos ramos de até 1 metro de altura ou ainda como árvores esguias, sem ramos, com até 5 metros de altura. Algumas são adaptadas a áreas secas de solo e outras ocorrem em margens lamacentas e ácidas ao longo de rios.

Em algumas regiões do Brasil, a mandioca é chamada de macaxeira, aipim ou mandioca-doce e pode ser descascada, cozida e assada diretamente, o que não acontece com a mandioca-brava, que é tóxica e precisa de preparo antes do cozimento. Alimentos como o gelatinoso fufu do oeste da África e a papa de bami da Jamaica provêm da mandioca. Outros produtos derivados dela são o cauim, que é uma bebida alcoólica feita por índios da América do Sul, os farinhentos bolos de casaba de Yucatán e a já mencionada tapioca. O polvilho, ou fécula de mandioca, é um ingrediente do pão de queijo, um quitute brasileiro.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.