O mar Morto é, na verdade, um lago salgado. Ele fica no sudoeste da Ásia, entre a Jordânia (a leste) e Israel e a Cisjordânia (a oeste). O mar Morto contém tanto sal que apenas micróbios (organismos microscópicos) conseguem viver nele. A quantidade de sal encontrada em suas águas é sete vezes maior do que no oceano.

O mar Morto tem cerca de 80 quilômetros de comprimento e 16 quilômetros de largura. Sua superfície fica 400 metros abaixo do nível do mar, o que o torna a massa de água de menor altitude no mundo. Sua parte mais profunda fica ao norte, onde a profundidade é de 399 metros. O rio Jordão deságua na parte norte do mar Morto.

O mar Morto é cercado por um deserto. As altas temperaturas do verão provocam grande evaporação da água. Quando a água evapora, deixa o sal para trás. Chove muito pouco na região e a água que evapora não é rapidamente substituída. Dessa maneira, uma alta concentração de sal no mar Morto se formou ao longo dos anos.

Além da grande quantidade de sal encontrada no mar Morto, há também grandes reservas de carbonato de potássio, gipsita e outras substâncias químicas. Seu sal é usado desde a Antiguidade. No começo do século XIX, fábricas começaram a extrair carbonato de potássio, magnésio, cloreto de cálcio, bromo e outras substâncias do mar Morto.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.