O mar de Aral é um lago de água salgada situado na Ásia central. Seu nome vem das palavras quirguizes Aral-denghiz, que querem dizer “Mar de Ilhas”, por causa da grande quantidade de ilhas que contém.

Também denominado lago de Aral, ele fica a mais de 400 quilômetros a leste do mar Cáspio e é delimitado pelo Cazaquistão ao norte e pelo Uzbequistão ao sul. É abastecido de água pelos rios Amu Daria e Sir Daria. O clima ali é de invernos frios e verões quentes, com pouca chuva.

Em 1960, o mar de Aral cobria uma área de 68.000 quilômetros quadrados. Entretanto, durante a segunda metade do século XX, a maior parte da água que o abastece foi usada para irrigação. O mar também perdeu água devido à evaporação, e as chuvas escassas não permitiram manter seu nível, fazendo-o encolher muito em superfície e em volume. No fim do século XX, o mar de Aral continuou perdendo tanta água que acabou dividido em três partes distintas. Sua área hoje é de apenas 6.600 quilômetros quadrados.

Os cientistas consideram as mudanças no mar de Aral uma séria ameaça ao meio ambiente e à saúde das pessoas. Com o fenômeno de evaporação, a taxa de sais e de minerais subiu drasticamente, tornando a água imprópria para o consumo e matando as abundantes reservas de peixes de água doce, o que virtualmente destruiu a indústria local da pesca. Apesar da pressão exercida por vários grupos ambientalistas e de algumas soluções possíveis terem sido apontadas, o problema está longe de ser resolvido no começo do século XXI.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.