A marmota é o maior animal da família dos esquilos e, como eles, é um roedor. O nome científico da marmota é Marmota monax.

Onde as marmotas vivem

As marmotas vivem nas terras ao norte do equador. São encontradas nos Estados Unidos, no Canadá, na Europa, perto dos Alpes e em algumas áreas ao norte do Himalaia, na Ásia. Elas fazem suas moradas nas planícies, em prados montanhosos e nos limites das florestas.

Características físicas

A marmota tem corpo volumoso. Ela mede de 30 a 60 centímetros de comprimento e pesa entre 3 e 7 quilos. A cauda tem cerca de um terço do comprimento do corpo.

As marmotas têm pelo grosso, orelhas pequenas e cauda curta. Suas patas fortes e suas garras são feitas para cavar a terra. O pelo das marmotas pode ser amarelado, avermelhado ou marrom. As marmotas que vivem em regiões mais frias costumam ter pelo mais denso.

Comportamento

Embora saibam nadar e subir em árvores, as marmotas passam a maior parte do tempo no chão ou embaixo dele. Seu complexo sistema de tocas tem mais de uma entrada e vários túneis que levam aos cômodos. Os cômodos são usados como ninhos ou como banheiro. As marmotas se abrigam nas tocas mesmo no verão. Quando uma marmota percebe o perigo, emite um guincho de alerta, e todas as marmotas ao redor se escondem em seus buracos.

Durante o inverno, as marmotas hibernam nas tocas. A hibernação é um período de inatividade que pode durar muitas semanas. Quando está hibernando, a marmota respira lentamente, e seu coração bate só algumas vezes por minuto. A temperatura do corpo baixa, quase chegando ao ponto de congelamento. A marmota pode acordar diversas vezes durante o inverno para eliminar resíduos, mas não come nada. Isso dura todo o inverno, época em que sobrevive da gordura armazenada no corpo, extraída dos alimentos consumidos no verão e no outono.

A marmota se alimenta de gramíneas e de outros vegetais, como frutas e grãos. Assim como outros animais da família dos esquilos, ela consegue se sentar ereta e usar as patas da frente como mãos para segurar a comida.

Existem algumas espécies de marmota que preferem viver sozinhas. A maioria, porém, é mais social, vivendo em colônias com muitos outros animais, normalmente membros de uma mesma família. Esse é o caso, por exemplo, da marmota-alpina.

Ciclo de vida

As marmotas acasalam no início da primavera, logo após o fim da hibernação. Cerca de um mês depois, a fêmea dá à luz na toca. As ninhadas são de quatro ou cinco filhotes. Os filhotes têm mais ou menos um mês de vida quando sobem pela primeira vez para a superfície. Só com dois ou três anos a marmota fica totalmente adulta. As marmotas domésticas duram mais de quinze anos, mas seu tempo de vida na natureza é menor.

As marmotas e as pessoas

Por comerem plantas verdes, as marmotas às vezes danificam plantações. Em algumas regiões, as pessoas caçam esses animais por sua pele ou pela carne. A gordura da marmota-alpina é usada como um remédio natural na Europa. As marmotas da Ásia, porém, podem carregar pulgas que causam a peste, uma doença fatal para os seres humanos.

Nos Estados Unidos e no Canadá, o dia 2 de fevereiro é o Dia da Marmota. Nessa data, as pessoas se reúnem para observar uma marmota sair da toca. Segundo a tradição popular, se o animal vir a própria sombra, significa que o inverno durará mais seis semanas; caso contrário, quer dizer que a primavera está próxima.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.