A matemática é o estudo dos números e de como eles se relacionam uns com os outros e com o mundo real. A matemática é tão importante quanto a linguagem — na verdade, ela também pode ser considerada uma espécie de linguagem. Todos usam a matemática no dia a dia: para dizer as horas, para jogar, para cozinhar, para construir coisas e para fazer quase todo tipo de trabalho.

Tipos de matemática

A matemática tem muitos ramos. Entre os mais importantes estão: aritmética, álgebra, geometria, trigonometria, cálculo diferencial, estatística e cálculo de probabilidades.

A matemática também pode ser dividida em duas áreas gerais: pura e aplicada. A matemática pura é o estudo subjetivo da matemática em si. A matemática aplicada é o estudo com o propósito de resolver problemas da vida real, como construir prédios, fabricar computadores, prever terremotos e explicar como a economia funciona.

História

A matemática vem sendo usada desde a Antiguidade. Os egípcios não teriam conseguido construir as pirâmides sem um conhecimento muito profundo da matemática, especialmente da aritmética e da geometria. Os babilônios da antiga Mesopotâmia (atual Iraque) inventaram um sistema de números complexos e já usavam frações.

Os gregos antigos expandiram consideravelmente a matemática, desenvolvendo muitas novas ideias. Aproximadamente em 300 a.C., o matemático grego Euclides escreveu um importante livro de geometria chamado Elementos. Posteriormente, os árabes também contribuíram muito com a matemática. No século IX da nossa era, um matemático árabe chamado Al-Khwarizmi descreveu um sistema de solução de problemas que hoje é conhecido como álgebra.

As ideias sobre a matemática dos antigos gregos e árabes se difundiram rapidamente pela Europa ocidental. A matemática evoluiu à medida que os cientistas europeus a usavam para pesquisar outras atividades. Durante o século XVII, o astrônomo Johannes Kepler usou as novas ideias matemáticas para estudar os astros. Outros cientistas da época, como Galileu e Isaac Newton, aplicaram a matemática ao estudo do movimento. Nos séculos XIX e XX, os cientistas desenvolveram muitas formas novas de estudar e aplicar a matemática.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.