O primeiro dinossauro a ser descrito pelos cientistas e a ganhar um nome deles foi o megalossauro. Os cientistas que encontraram seus fósseis chamaram-no assim porque pensavam que se tratava de um tipo de lagarto gigante. “Megalossauro” é uma palavra que vem do grego e significa “grande lagarto”. Naquele tempo, os dinossauros ainda eram desconhecidos. Depois, mais dois fósseis de dinossauros foram encontrados, e os cientistas perceberam que se tratava de um novo grupo de enormes répteis. O nome científico escolhido para esse grupo foi Dinosauria, que significa “lagartos terríveis”.

Quando e onde viveram os megalossauros

Os megalossauros viveram entre cerca de 180 milhões e 160 milhões de anos atrás, durante o período da história da Terra conhecido como Jurássico. Fósseis de megalossauros foram encontrados na Inglaterra e na África. O ambiente em que eles viviam era tropical. Nele existiam árvores altas, como algumas da família das sequoias-gigantes e diferentes tipos de pinheiros. Entre as árvores menores havia palmeiras, samambaias e avencas em árvore. As samambaias e as cavalinhas eram as plantas menores mais comuns, e o megalossauro gostava de vasculhar essas áreas vegetais em busca de animais herbívoros, que eram suas presas.

Características físicas

O megalossauro era um dinossauro grande que ficava ereto e andava com as duas pernas traseiras. Como o alossauro, seu parente, ele pertencia a um grupo de dinossauros conhecido como terópodes. Podia medir até 9 metros de comprimento e 3 metros de altura. Pesava cerca de 1 tonelada. O megalossauro possuía um pescoço forte e largo para sustentar a grande cabeça. Suas fortes mandíbulas contavam com dentes afiados e curvos. Como os tubarões modernos, o megalossauro podia repor dentes perdidos ou quebrados. Suas pernas dianteiras eram curtas, porém fortes, e as patas dianteiras se pareciam com mãos dotadas de garras. As pernas traseiras eram compridas e musculosas, e terminavam em três dedos com garras em cada pata. A cauda era grossa, mas não muito comprida.

Comportamento

O megalossauro era carnívoro. Ele predava saurópodes, ou grandes dinossauros herbívoros, como o apatossauro. Como outros dinossauros carnívoros, o megalossauro atacava suas vítimas de surpresa, saindo de trás de plantas altas. Com suas poderosas pernas traseiras, ele conseguia perseguir a presa por curtas distâncias. O megalossauro também podia ser necrófago — ou seja, alimentar-se de animais mortos. Pegadas de megalossauro encontradas na Inglaterra mostram que ele andava ou corria com a cauda erguida, o que talvez o ajudasse a se equilibrar.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.