A mesquita é o local de oração dos muçulmanos, ou seguidores do islamismo, constituindo também o centro da vida social e política das cidades dos povos que seguem essa religião. A primeira mesquita foi o pátio da casa de Maomé, o fundador do islamismo, em Medina. Hoje, muitas mesquitas são edifícios grandes com belas torres e cúpulas.

No interior de uma mesquita há sempre um espaço aberto para os fiéis orarem e ouvirem o sermão. Pode haver tapetes ou esteiras no chão. Em uma parede, um nicho chamado mihrab mostra a direção de Meca, a cidade mais sagrada para os muçulmanos. À direita do mihrab há um púlpito chamado minbar. Líderes religiosos sobem os degraus até o minbar, de onde falam para os fiéis. Toda mesquita também deve ter uma fonte de água corrente para que os muçulmanos se lavem, ou façam suas abluções, antes das orações.

No lado externo da maioria das mesquitas há uma torre alta chamada minarete, de onde um arauto, ou muezim, chama os muçulmanos para rezar. Certas mesquitas têm até seis minaretes.

As mesquitas diferem em alguns aspectos das igrejas e das sinagogas. Além de não haver cadeiras nem bancos, os fiéis ficam reunidos, descalços, em fileiras. Enquanto estão orando, eles se curvam e se ajoelham diversas vezes. Homens e mulheres rezam separadamente; o islamismo não permite que orem juntos no mesmo espaço. Nas mesquitas também são proibidas estátuas e outros tipos de imagem, além de música e cantos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.