Os montauks (ou montauketts) eram uma confederação de tribos de índios que viveram em Long Island, uma região que fica na atual Nova York, nos Estados Unidos.

As tribos da confederação montauk construíram suas aldeias ao longo dos cursos de água na costa do oceano Atlântico. Viviam em wigwams, que eram casas com formato de domo feitas de varas e gravetos. Cultivavam milho e caçavam cervos e outros animais. Também pescavam e coletavam plantas silvestres.

Comerciantes holandeses e ingleses chegaram ao território montauk no início do século XVII. Naquela época, os montauks e outros povos da região eram dominados por uma poderosa tribo chamada pequod. Em 1637, os ingleses e seus aliados índios derrotaram os pequods numa guerra, tendo matado quase todos os membros dessa etnia.

O chefe montauk ficou impressionado com o poder dos ingleses. Ele concordou, então, em deixar que esses europeus construíssem povoados na parte oriental de Long Island. Mas os ingleses logo dominaram a maior parte do território da tribo, que foi sendo expulsa aos poucos. Os montauks também sofreram com doenças trazidas pelos europeus, entre elas a varíola.

Na década de 1770, quase 150 dos sobreviventes montauks se mudaram para onde hoje se encontra o centro de Nova York. Posteriormente, eles se transferiram para uma reserva no atual estado de Wisconsin. No fim do século XX, muitos montauks ainda viviam lá. Separados deles, dois grupos tinham pequenas reservas em Long Island.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.