A muçurana, também conhecida como cobra-preta, é uma cobra tropical da família dos colubrídeos. É uma espécie peculiar, já que se alimenta de cobras peçonhentas (com dentes inoculadores de veneno) as quais mata por constrição, isto é, mata as presas enrolando-se nelas e apertando-as até que morram.

Este réptil habita uma região desde o sul do México até a Argentina, perto de rios e lagoas.

A muçurana pode medir cerca de 2,1 metros de comprimento. As cobras adultas são da cor preta azulada ou marrom, com uma faixa branca na barriga; as cobras jovens são da cor rosa, com a cabeça escura e um colar. A muçurana é ovípara, ou seja, se reproduz botando ovos.

A muçurana tem dentes, ou presas, na parte posterior da boca que lhe servem para segurar a presa enquanto a engole. Por matar outras cobras, a muçurana é uma cobra ofiófaga. Também, quando não acha cobras venenosas, ela caça pequenos animais como roedores. É em grande parte imune ao poderoso veneno de sua presa principal: a jararaca (Bothrops jararaca) e outras espécies do gênero. Porém, não é imune ao veneno da cobra-coral.

Se bem a muçurana é venenosa, é considerada inofensiva para os humanos. É apreciada no campo porque mata outras cobras peçonhentas. No Brasil, a muçurana foi estudada por Vital Brasil, médico sanitarista brasileiro famoso pelos estudos pioneiros sobre o soro antiofídico (contra o veneno de cobra).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.