Criatura do folclore brasileiro, a mula sem cabeça é também conhecida como burrinha-de-padre, ou somente burrinha, em diferentes lugares do país. Nas cidadezinhas do interior, a frase “anda correndo uma burrinha” indica que ela está assombrando a região. É comum ver a mula sem cabeça representada como um ser que tem corpo de equino e uma tocha de fogo no lugar da cabeça. Porém, outras versões da narrativa afirmam que, apesar do nome, ela tem cabeça e solta fogo pelos olhos e pelas narinas.

A lenda conta que a mula sem cabeça é a mulher que namorou o padre e acabou sendo castigada por isso. O encantamento ocorre na virada da noite de quinta-feira para sexta-feira, numa encruzilhada.

Transformada, a mula sai galopando por sete freguesias, que é como antigamente as pessoas chamavam os povoados. Ela fica vagando e assombrando os lugares até o amanhecer, e quem chegar perto da fera pode levar um coice mortal. Mas é possível correr e se esconder, já que o galope e os relinchos estridentes da assombração podem ser ouvidos bem de longe. Para escapar, é necessário esconder rapidamente as unhas das mãos e dos pés.

A maldição pode se acabar se algum corajoso conseguir tirar o ferro que a criatura leva preso à boca. Outra versão da lenda diz que, para quebrar o encanto, basta fazê-la sangrar, nem que seja espetando-a com um alfinete.

A mula sem cabeça faz parte do grupo dos seres do folclore que sofrem metamorfose. Nas histórias tradicionais, há animais que viram gente, como o boto, o Cobra Norato e o aru (sapo que vive nas clareiras e se transforma em um moço bonito). A mula, ao contrário, está no grupo das pessoas que, por algum encantamento ou maldição, viraram um ser horrendo e amedrontador, como o lobisomem.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.