A noz-moscada é um tempero obtido a partir da semente da planta Myristica fragrans, uma árvore tropical sempre-verde nativa das ilhas Banda, na Indonésia.

Por volta do ano 1600, a noz-moscada era uma especiaria cara que se tornou alvo de disputa entre holandeses, ingleses e franceses. Os holandeses, que dominavam as ilhas Banda, queriam manter os preços do produto em alta; os ingleses e franceses, por sua vez, tentavam obter sementes da planta, para cultivá-la também e acabar com o monopólio holandês. Até o século XIX as ilhas Banda eram a única fonte mundial de noz-moscada. Hoje em dia, ela é cultivada em diversas partes do globo.

A planta

A Myristica fragrans, conhecida popularmente como moscadeira, pode atingir cerca de 20 metros de altura. Após ser semeada, demora oito anos para dar fruto. Atinge o auge da produção dentro de 25 anos e continua fértil durante 60 anos ou mais.

A fruta da noz-moscada é parecida com o damasco. Quando totalmente madura, ela se racha ao meio, expondo a semente marrom. Em torno da semente há um revestimento de cor vermelha, chamado macis.

Processamento

O processamento da noz-moscada começa com a separação entre a polpa e a semente (a polpa pode ser consumida e é especialmente apreciada na culinária indonésia). O macis é removido, prensado e secado (essa parte da fruta também é usada como tempero). Em seguida, as sementes ficam expostas ao Sol durante um período que varia entre seis e oito semanas. Ao longo desse tempo, o interior da semente seca e encolhe, afastando-se da casca exterior. A casca é então quebrada, liberando a noz-moscada, que tem cor castanha, formato oval e superfície enrugada. Os maiores exemplares chegam a 3 centímetros de comprimento e 1,9 centímetro de diâmetro.

Usos

O gosto levemente picante e adocicado da noz-moscada é bastante apreciado na culinária. Após ser ralada, ela é usada para dar sabor a doces, salsichas, molhos e recheios de massas, dentre outros pratos. Já foi usada como sachê devido a seu aroma característico, e os romanos antigos a queimavam como incenso.

A noz-moscada contém óleos que são usados como condimento, ou para aromatizar sabões e perfumes. Esses óleos também têm propriedades medicinais, podendo ajudar a aliviar irritações na pele e a tratar reumatismos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.