A noz é o fruto da nogueira e se caracteriza por ser duro e seco. Normalmente contém apenas uma semente. Diferentemente de alguns outros frutos, as nozes não abrem quando estão maduras. Existem mais de dez variedades diferentes desse fruto, apesar de a mais comum ser a de casca castanho-amarelada.

As nozes crescem em diferentes partes do mundo. Estudos científicos em andamento indicam que, entre as suas propriedades, destacam-se o retardamento do envelhecimento celular e a prevenção de diversas doenças cardíacas. Além disso, as nozes, assim como outros frutos oleaginosos (avelã, castanha-do-pará, amêndoa), contêm um tipo de gordura saudável, a monoinsaturada, responsável por efeitos como a diminuição do LDL (“colesterol ruim”) e o aumento do HDL (“colesterol bom”), o que auxilia a preservar a elasticidade e a flexibilidade das artérias. A recomendação diária do consumo de nozes é de 28 gramas por dia, porém é preciso respeitar as particularidades de cada pessoa.

Os vários tipos de nozes são consumidos por pessoas e animais por serem uma rica fonte de proteínas e gorduras. Muitas dessas nozes podem ser assadas. São, também, usadas em pães, bolos e outros pratos. Além disso, os óleos contidos em algumas nozes são usados na fabricação de tintas, sabões e outros produtos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.