A onça faz parte da família dos felinos, que é a mesma dos gatos. Ela se destaca por ser o maior felino de toda a América. Seu nome científico é Panthera onca, e é encontrada principalmente na floresta equatorial amazônica. A onça também é chamada de canguçu, jaguar, jaguaretê ou onça-pintada.

Sua aparência é muito semelhante à do leopardo, mas a onça é maior, e suas pintas pretas também são maiores. Ela mede entre 1,50 e 1,80 metro, sem contar a cauda. Os machos pesam de 100 a 160 quilos e as fêmeas costumam ser menores. A onça tem cabeça grande e pernas fortes. Sua pelagem varia do amarelo-claro ao amarelo-acastanhado.

Caça sozinha à noite e é ótima saltadora e nadadora. Alimenta-se de queixadas, de capivaras e de grande variedade de mamíferos de médio e de grande porte, como veados, e de aves, jacarés, répteis e peixes.

Sua gestação dura por volta de cem dias. Costumam nascer de um a quatro filhotes, que ficam com a mãe por até dois anos. A onça fica adulta com 3 ou 4 anos de idade.

Antigamente, as onças viviam nas florestas que se estendiam do sul dos Estados Unidos até a Argentina, mas atualmente são pouco numerosas, sendo encontradas em áreas muito menores. Algumas florestas foram destruídas e há muito menos lugares nos quais consigam viver. Além disso, elas são caçadas por esporte ou por causa da sua pele. No Brasil a caça a animais silvestres é proibida por lei. Muitas vezes são perseguidas por pecuaristas, porque atacam o gado.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.