A orelha faz parte do sistema auditivo e é responsável pela captação de sons (é a parte do corpo que permite ouvir). Muitos animais possuem orelhas. Elas captam vibrações (movimentos minúsculos de ida e volta), geralmente no ar ou na água, e convertem essas vibrações em sinais que o corpo compreende como som. O sistema auditivo também é responsável pela manutenção do equilíbrio corporal.

A orelha humana

Os seres humanos têm duas orelhas, cada uma de um lado da cabeça. Cada orelha possui três partes: a orelha externa, a orelha média e a orelha interna (que era conhecida popularmente pelo nome de ouvido).

A orelha externa é formada pelo pavilhão auditivo e pelo canal auditivo. O pavilhão auditivo é a parte da orelha que é visível nas laterais da cabeça. Ele é feito de um material resistente chamado cartilagem. O pavilhão recebe as ondas sonoras e as transmite para um funil curvo chamado canal auditivo.

O canal auditivo leva as ondas sonoras ao tímpano, uma membrana que separa a orelha externa da orelha média. O tímpano vibra quando é atingido pelo som e essas vibrações dirigem-se para a orelha média.

A orelha média é um espaço cheio de ar, medindo aproximadamente 1,9 centímetro de altura por 0,5 centímetro de largura. Dentro desse espaço há três ossinhos que atuam juntos para transmitir as vibrações para a orelha interna.

A orelha interna ou labirinto é repleta de líquido, que preenche a cóclea, uma estrutura em forma de caracol. As vibrações provocam ondas no fluido da cóclea, gerando sinais sonoros que são transmitidos ao cérebro. A orelha interna também possui estruturas chamadas canais semicirculares, que ajudam a conservar o corpo em equilíbrio.

Problemas com as orelhas

Quando as pessoas viajam de avião, andam de carro em montanhas altas ou nadam em águas profundas, seus ouvidos podem ficar “entupidos” ou doloridos, uma sensação desagradável que geralmente desaparece por conta própria. A conhecida dor de ouvido (otite), tão comum nas crianças, é provocada, muitas vezes, por infecção na orelha média e geralmente aparece depois de um resfriado. As otites podem ser dolorosas, mas normalmente não são graves. Problemas sérios na orelha interna podem resultar em surdez.

Orelhas de outros animais

As orelhas são muito mais importantes para os mamíferos que para outros grupos de animais. Apenas os mamíferos possuem a parte externa das orelhas, os pavilhões auditivos. O funcionamento básico das orelhas de outros mamíferos é semelhante ao dos humanos. Porém muitos mamíferos conseguem mexer seus pavilhões auditivos para captar sons vindos de qualquer direção.

Outros grupos de animais possuem apenas algumas partes das orelhas. As aves possuem um canal auditivo, orelha média e orelha interna. Sua audição é semelhante à dos seres humanos. A maioria dos anfíbios e répteis tem orelha média e orelha interna com um só osso. Os tímpanos das rãs e de alguns répteis são visíveis nas laterais de suas cabeças. As cobras não têm orelha externa e média. Dessa maneira, são os ossos do crânio da cobra que transmitem vibrações para a orelha interna. Alguns peixes têm uma orelha interna simples que fica no meio da cabeça. Os insetos e as aranhas não têm orelhas, mas conseguem captar vibrações através dos pelos em seu corpo.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.