Ao amanhecer, é comum ver gotas minúsculas de água sobre as plantas e na relva. Essa umidade é chamada orvalho e se forma no ar noturno pelo processo de condensação.

O ar contém água em forma de um gás chamado vapor de água. À noite, ao passar por superfícies frias, o ar quente e úmido se resfria. O vapor de água no ar começa a se condensar, ou seja, transforma-se em pequenas gotas. As gotas se agarram a superfícies frias como folhas, pétalas de flores e grama. A temperatura que permite o início da condensação é conhecida como ponto de condensação.

Em geral, o orvalho se forma em noites límpidas, quando o ar está calmo. Ele pode surgir sobre qualquer superfície fria e exposta ao céu, a exemplo do solo e das plantas, que geralmente esfriam mais rápido do que o ar. Pela mesma razão, o orvalho se deposita nas capotas dos carros. A hora da noite em que o orvalho começa a se formar é chamada de orvalhada.

O orvalho pode ajudar plantas secas, mas plantas excessivamente úmidas devido ao orvalho podem ser atacadas por fungos danosos. O orvalho poluído é outro perigo. A poluição pode se agregar ao orvalho quando o vapor d’água no ar poluído se condensa. Assim como a chuva ácida, o orvalho poluído, chamado de orvalho ácido, pode prejudicar seres vivos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.