O pólen é a substância que faz as plantas produzirem sementes. As sementes dão origem a novas plantas. Tanto as plantas floríferas (que dão flores) como as coníferas (plantas cujas sementes nascem dentro de cones ou pinhas) produzem pólen. Um grão de pólen é tão pequeno que é mais fácil vê-lo com a ajuda do microscópio.

Polinização

A parte masculina das plantas, chamada estame, produz grãos de pólen. Cada um desses grãos contém uma célula reprodutora. A parte feminina das plantas, chamada pistilo, contém óvulos. Na polinização, os grãos de pólen (localizados na antera, na ponta do estame da flor) se deslocam da parte masculina para a feminina. Ali, uma célula reprodutora do pólen se une a um óvulo. Então, o óvulo fertilizado se desenvolve, convertendo-se em uma semente.

Algumas plantas possuem partes masculinas e femininas. Por isso, podem polinizar a si próprias. Isso é chamado autopolinização, autofecundação ou polinização direta. Outras plantas possuem apenas partes masculinas ou partes femininas nelas mesmas. Elas precisam, então, de ajuda para transportar o pólen de uma planta para outra. Isso se chama polinização indireta ou cruzada.

O pólen se desloca ou é transportado de muitas maneiras. Ele pode ser carregado pelo vento, pela água ou por animais. Muitas plantas possuem flores perfumadas ou coloridas para atrair aves e insetos (especialmente abelhas). Esses animais procuram as flores para tomar um líquido doce chamado néctar. Enquanto o animal sorve o néctar, o pólen da flor se gruda no seu corpo. Quando as aves ou os insetos procuram outras flores para se alimentar mais, transportam o pólen para elas. E aí ocorre o encontro da célula masculina do pólen com o óvulo do pistilo, acontecendo a polinização.

A febre do feno

Algumas pessoas sofrem uma reação alérgica quando inspiram pólen, podendo espirrar, ficar com o nariz entupido ou sofrer ardência nos olhos. Essa condição é conhecida como febre do feno. As pessoas que sofrem essa reação costumam ser mais afetadas nas estações do ano em que há muito pólen no ar, como ocorre, principalmente, na primavera.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.