A paca é um roedor da família dos cuniculídeos que é encontrada do centro-oeste do México ao Paraguai. Vive em florestas tropicais, em terra, mas sempre próxima aos riachos. Boa nadadora, é na água que ela se refugia quando se vê em perigo.

De hábitos solitários, passa o dia na toca e sai à noite em busca de comida. Quando a noite é de luar, só deixa seu abrigo quando a lua já se pôs ou antes dela nascer. Alimenta-se de frutas, folhas e raízes. Costuma trilhar sempre os mesmos caminhos nas matas, em busca de comida. Esses caminhos são chamados de carreiros.

A paca tem pelos duros e eriçados, marrom-avermelhados, com manchas brancas geralmente dispostas em quatro filas longitudinais. As pernas são fortes e as unhas, afiadas. Sua cauda é minúscula. Tem orelhas pequenas e as laterais do focinho inchadas pela presença de uma “caixa de ressonância”, que lhe permite emitir sons. Mede de 32 a 60 centímetros, da cabeça à base da cauda, e pode pesar até 10 quilos.

A fêmea só tem um filhote, geralmente uma vez por ano, em uma toca que escava no solo das florestas. O período de gestação é de 115 dias.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.