Patrimônio é a soma dos bens que uma pessoa ou uma instituição possuem por direito. Ele pode ser material ou imaterial.

Patrimônio imaterial é o conjunto de bens que têm valor mas não têm preço, porque não são negociáveis. Reúne conhecimentos, práticas e modos de vida e de expressão, e também lugares.

Ele é transmitido de geração a geração, e cada uma delas traz contribuições a ele, preservando a memória coletiva e criando um sentimento de identidade, de pertencimento a um grupo — ou seja, uma ideia de continuidade. É o patrimônio imaterial que leva as pessoas de um país, por exemplo, a sentir-se integradas naquela nacionalidade.

No Brasil, há um órgão que cuida disso: é o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Segundo esse órgão, os bens culturais são os conhecimentos, ou seja, tudo aquilo que uma comunidade sabe, o saber que ela acumulou e desenvolveu; as formas de expressão, que são a linguagem, a literatura, a música, a culinária, as artes em geral, incluindo jogos ou brincadeiras; as celebrações, festas e rituais; e os lugares, como praças, santuários etc.

As pinturas corporais dos índios brasileiros e o samba de roda do Recôncavo Baiano foram classificados pelo IPHAN como patrimônio imaterial na categoria formas de expressão.

A Festa do Divino Espírito Santo, em Goiás, é um exemplo de patrimônio cultural imaterial na categoria das celebrações. Outras celebrações e expressões artísticas brasileiras incluem o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, o Ofício das Baianas de Acarajé, o bumba meu boi e a Roda de Capoeira.

Para preservar o patrimônio cultural, os órgãos responsáveis realizam pesquisas e levantamentos em conjunto com as comunidades. Também ensinam às novas gerações sobre seus valores culturais e históricos.

Quando algo é protegido pelas instituições que cuidam do patrimônio cultural e histórico, dizemos que foi “tombado pelo patrimônio”.

Alguns bens são importantes para pessoas do mundo todo. Por isso, em 1972, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) criou a Convenção do Patrimônio Mundial. Seu objetivo é preservar os bens culturais e naturais considerados significativos para a humanidade.

A Chapada dos Veadeiros e o Parque Nacional das Emas, em Goiás, são alguns dos patrimônios mundiais da UNESCO que estão localizados no Brasil.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.