O pelicano é um dos maiores pássaros que existe e se distingue pela enorme bolsa que tem na garganta. Ele a usa, com o comprido bico, para pegar peixes.

Vivendo em torno de lagos, rios e costas marítimas de muitas partes do mundo, os pelicanos frequentemente pescam e voam em pequenos grupos. Aninham-se nas ilhas, em grupos muito grandes.

Os cientistas classificam essa ave no gênero, ou grupo, chamado Pelecanus, que tem muitas espécies, ou tipos, diferentes. O pelicano é parente dos cormorões e dos mergulhões.

Os tipos mais conhecidos são o pelicano-branco-norte-americano e o pelicano-branco-europeu; ambos têm as penas brancas. O pelicano-marrom é mais escuro, com pequenos detalhes brancos. Em todos os tipos, a bolsa sob o bico não tem penas.

Alguns tipos de pelicano chegam a ter mais de 1,80 metro de altura, da ponta do bico até a pata, e a pesar mais de 13 quilos. Sua envergadura é grande, às vezes medindo 2,7 metros da ponta de uma asa à ponta da outra. Por isso voam bem. Seus pés são recobertos por uma membrana, e assim fica mais fácil nadar. Quando andam, são desajeitados porque têm as pernas muito curtas para o tamanho do corpo.

Os pelicanos comem diariamente muitos quilos de peixe. Nadam em grupos e arrebanham os peixes para águas rasas, onde os pegam com facilidade. Já o pelicano-marrom pesca descendo de grande altura em queda livre e mergulhando.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.