Um dos maiores feitos científicos do século XX foi a descoberta do antibiótico chamado penicilina. Um antibiótico é um medicamento que combate infecções causadas por pequenos seres vivos chamados bactérias.

Antes da penicilina, as doenças infecciosas causavam muitas mortes. Assim, sua descoberta significou a salvação de milhões de vidas.

Em 1928, durante uma pesquisa sobre bactérias, o médico escocês Sir Alexander Fleming observou que elas não se desenvolviam perto de um determinado fungo, do tipo chamado Penicillium notatum. Ele é um fungo parecido com o fungo felpudo e verde que aparece no pão velho. Foi a partir desse fungo que Fleming desenvolveu o antibiótico que recebeu o nome de penicilina.

No final da década de 1930, a penicilina começou a ser usada para tratar infecções em hospitais. Durante a Segunda Guerra Mundial, nos anos 1940, os médicos a usaram para tratar feridas infectadas. Hoje, ela é amplamente usada no tratamento de infecções da garganta, de meningite e de outros problemas de saúde.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.