As pernas são membros que sustentam o corpo de um animal e permitem que ele se movimente. Os seres humanos têm duas pernas. Outros mamíferos, como os cavalos e os gatos, por exemplo, têm quatro, que são chamadas de patas. As da frente são as dianteiras, e as de trás, traseiras. Outros animais têm seis, oito ou até centenas de pernas.

As pernas dos mamíferos

As pernas de todos os mamíferos têm a mesma estrutura básica. Uma articulação no joelho faz a ligação entre os segmentos superior e inferior da perna, havendo um na extremidade de cada uma. Os músculos fazem as pernas se movimentarem e os ossos dão a estrutura.

Nos mamíferos de quatro patas, elas se localizam embaixo do corpo para dar sustentação. As patas traseiras desses animais se parecem com as dos seres humanos, pois apresentam três ossos longos. A tíbia e a fíbula fazem a ligação do joelho com a pélvis.

Já as patas dianteiras podem ser comparadas aos braços dos seres humanos, sendo usadas para dar socos, puxar e escavar. Além disso, também sustentam e movimentam o corpo. O osso localizado na parte superior da pata dianteira chama-se úmero, que é responsável pela ligação da escápula (omoplata) com o joelho. O rádio e a ulna fazem a ligação do joelho com o tornozelo.

As patas de outros animais

Anfíbios, répteis e artrópodes — entre os quais estão os insetos, as aranhas, os crustáceos e as centopeias — também têm patas, e a maioria tem músculos e articulações. As patas desses animais, no entanto, são geralmente ligadas às laterais do corpo. A maioria dos anfíbios e dos répteis tem quatro patas. Os artrópodes não possuem ossos, e têm de três a cerca de duzentos pares de patas, com um revestimento resistente chamado quitina.

Os pássaros têm duas patas traseiras, que também são dotadas de músculos, ossos e articulações. Estão localizadas embaixo do corpo e, em vez de patas dianteiras, os pássaros têm asas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.