A peste foi uma doença que, no século XIV, matou cerca de 25 milhões de pessoas na Europa — quase um terço da população. A doença se tornou conhecida como “peste negra”, por causa das manchas escuras que apareciam na pele da vítima.

Com o passar do tempo, a palavra “peste” ganhou outros significados. Hoje ela é usada para designar também um grande surto de uma doença perigosa. Nesse caso, o termo “peste” se tornou sinônimo de epidemia.

A peste é causada por micro-organismos chamados bactérias. As bactérias contaminam os ratos. As pulgas que infestam os ratos contraem a bactéria e, ao picar pessoas, transmitem a doença. Pessoas doentes, ao tossir, também podem infectar outros seres humanos.

As bactérias entram na corrente sanguínea do corpo humano e se espalham para o fígado, o baço, os rins, os pulmões e o cérebro, provocando febre, fraqueza, dor de cabeça e calafrios. A forma mais comum da doença provoca o aparecimento de ínguas (caroços em várias partes do corpo, chamados bubões). Os caroços resultam do inchaço dos nódulos linfáticos, que são defesas do organismo contra infecções. Os bubões deram origem à expressão “peste bubônica”. Outras doenças epidêmicas também são chamadas de peste. Por exemplo, a peste pneumônica, que ataca os pulmões, e a peste septicêmica, que atinge principalmente a corrente sanguínea.

Entre os séculos XIV e XVIII, houve diversas epidemias de peste. O último grande surto ocorreu na França, em 1720. Nos tempos atuais, casos de peste são raros. Com a melhora da higiene nas cidades, diminuiu o número de ratos e pulgas que antigamente espalhavam a doença.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.