O pico da Neblina é o ponto mais alto do Brasil. Tem 2.993,8 metros e fica localizado na serra Imeri, no estado do Amazonas, na fronteira com a Venezuela. O município brasileiro mais próximo é São Gabriel da Cachoeira (AM).

O pico da Neblina foi descoberto por uma expedição venezuelana em 1953 e ganhou o nome de cerro Phelps. Em 1962, uma expedição de pesquisadores brasileiros e venezuelanos verificou que o pico estava em território brasileiro. Recebeu o nome atual por seu cume se encontrar encoberto pelas nuvens praticamente o ano todo.

Na década de 1960, uma expedição concluiu que o pico da Neblina media 3.014 metros. Em 2004, uma nova medição, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), mostrou que o pico era cerca de 20 metros mais baixo do que se pensava.

O pico da Neblina foi escalado pela primeira vez em 1965. Não é considerado de grande dificuldade técnica, mas os aventureiros precisam enfrentar muita lama no início do percurso e paredões de pedra escorregadios. A região da montanha e de seus arredores forma o Parque Nacional do Pico da Neblina.

Além do pico da Neblina, os pontos mais altos do Brasil são o pico 31 de Março, na mesma serra Imeri, com 2.972,66 metros, e o pico da Bandeira (no limite dos estados do Espírito Santo e Minas Gerais), com 2.891,98 metros (as duas medidas também foram revistas em 2004).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.