As piranhas são um grupo de peixes muito temidos que habitam os rios da América do Sul. Fazem parte da subfamília, ou gênero, Serrasalminae, que se divide em dezenas de espécies. Todas as piranhas exibem dentes afiados e a maioria tem na carne seu alimento principal. Por atacar sempre em bando, conseguem abater presas muito maiores do que elas (bois, por exemplo).

Características físicas

As piranhas são peixes pequenos (de 15 a 25 centímetros de comprimento, em média). Raros exemplares ultrapassam 40 centímetros. Suas mandíbulas possuem dentes fortes e afiados. Conhecidas pela ferocidade, elas andam sempre em cardumes e lançam ataques fulminantes sobre a presa. São capazes de devorar um animal de grande porte em poucos minutos. Podem acontecer acidentes com seres humanos. A piranha é o único peixe que ataca em bando. Tubarões e barracudas, por exemplo, são caçadores solitários.

As piranhas formam cardumes não apenas para atacar, mas também para se defender de predadores. Esse comportamento é semelhante ao de peixes inofensivos como arenques e tainhas. Jacarés, botos e aves aquáticas são os principais inimigos das piranhas. Oportunistas, elas se alimentam principalmente de peixes, mas são capazes de devorar qualquer animal que caia na água. Algumas espécies também incluem vegetais na dieta. As piranhas servem mais de alimento aos homens do que o contrário. A sopa de piranha é uma iguaria muito apreciada na Amazônia.

Distribuição

Existem piranhas em quase todos os rios das regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil. Elas são encontradas por toda a Amazônia e nas bacias dos rios Paraná, Paraguai e São Francisco. Algumas espécies estão espalhadas, enquanto outras se concentram apenas em certas áreas. As piranhas também são comuns nos rios da Venezuela, das Guianas e de outros países da América do Sul.

Piranhas escapadas de aquários já foram encontradas em regiões de clima frio nos Estados Unidos. Mas elas não resistiram à baixa temperatura da água. Exemplares provavelmente levados por traficantes de animais também apareceram no lago Kaptai, em Bangladesh. Apesar dessas ocorrências, o habitat das piranhas continua restrito aos rios da América do Sul.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.