Plástico é um tipo de material produzido industrialmente e que pode ser moldado em qualquer forma. A maioria dos plásticos é forte, duradoura e leve. Eles são resistentes a danos provocados pela água, pelo calor, por substâncias químicas e pela eletricidade. Podem ser fabricados em muitas cores. Há plásticos mais maleáveis e outros mais duros.

Existem cerca de cinquenta tipos principais de plástico, que têm inúmeras utilizações. As indústrias manufatureiras frequentemente usam plásticos no lugar de materiais mais caros. Nas meias de náilon, por exemplo, o plástico é usado em lugar da seda. Há revestimentos de plástico em vez de madeira. Em muitas peças de automóveis, o plástico substitui o metal.

A fabricação dos plásticos

A maioria dos plásticos é feita de substâncias químicas derivadas do petróleo, do gás natural ou do carvão. O aquecimento desses materiais faz que eles se decomponham em moléculas. Os cientistas então juntam essas moléculas, formando cadeias, que por sua vez formam os plásticos. Combinações diferentes de moléculas produzem tipos diferentes de plástico.

Quando aquecidos até uma temperatura alta, os plásticos podem ser moldados para assumir praticamente qualquer forma. O calor amolece o plástico, que então pode ser despejado em uma forma. À medida que ele esfria, vai endurecendo. Alguns tipos de plástico voltam a amolecer quando são reaquecidos, e então podem ser novamente moldados em outras formas. Outros tipos permanecem duros mesmo quando são reaquecidos.

História

O inventor americano John Wesley Hyatt criou o primeiro plástico em 1869 e o chamou de celuloide, porque o fez com um material vegetal chamado celulose. Em 1909, um químico americano chamado Leo H. Baekeland desenvolveu o primeiro plástico feito inteiramente de materiais sintéticos (fabricados pelo homem). Baekeland deu o nome de baquelita ao novo material. Entre os anos 1920 e 1940, cientistas desenvolveram muitos outros tipos de plástico. Posteriormente, cientistas inventaram outras variedades mais fortes e fundiram plásticos com outros materiais.

Com a necessidade de preservação do meio ambiente, os plásticos viraram um material indesejável, pois, dependendo de sua composição, poluem a natureza por séculos e séculos, sem se decompor. Hoje cresce a preocupação em substituir os plásticos por materiais biodegradáveis e até já se fabricam plásticos de materiais que se decompõem facilmente na natureza, como os de origem vegetal. Também, através da reciclagem de materiais plásticos é possível a sua reutilização em diversos produtos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.