O plateossauro era um dinossauro herbívoro. Amplamente estudado, este enorme dinossauro pertence à família dos platossaurídeos, que inclui algumas das mais antigas espécies de dinossauros grandes e pesados. É da ordem dos Saurischia, ou dinossauros com bacia semelhante à dos lagartos.

Quando e onde viveu o plateossauro

O plateossauro viveu durante o período Triássico, cerca de 208 a 230 milhões de anos atrás. Os restos fósseis deste dinossauro foram achados na Europa.

Características físicas

O plateossauro era um animal grande, medindo de 7 a 8 metros de comprimento, mas tinha uma cabeça pequena comparada ao corpo. As mandíbulas poderosamente musculosas tinham pequenos dentes com bordas e faces planas, o que inspirou seu nome: plateossauro significa “lagarto plano”. As mandíbulas e dentes eram bem adaptados para mastigar e triturar a folhagem dura das árvores. Seu pescoço longo e flexível provavelmente permitiu ao plateossauro pastar na vegetação, tanto no nível do solo como nas árvores altas.

Comportamento

O plateossauro foi principalmente um quadrúpede, o que significa que caminhava sobre as quatro patas na maioria das vezes. Suas patas traseiras eram robustas e fortes o suficiente para segurar o peso do corpo. No entanto, e provável que o plateossauro ficasse nas duas patas traseiras para alcançar o topo das árvores. As patas da frente tinham cinco dedos longos e flexíveis, com garras que estavam adaptadas para agarrar a vegetação. A garra longa no primeiro dedo era provavelmente usada tanto para apanhar os galhos enquanto o plateossauro pastava, quanto para revolver o terreno para buscar comida. Sua cauda longa e pesada serviu para equilibrar o corpo, sobretudo quando o plateossauro se erguia nas patas traseiras.

Evidência fóssil

A primeira evidência fóssil foi encontrada na Alemanha em 1837 e, posteriormente, na Europa ocidental, onde foram achados mais de 100 esqueletos completos ou parciais. Alguns esqueletos foram encontrados em grupos, levando os cientistas a acreditarem que o plateossauro viveu e viajou em rebanhos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.